A passada semana foi crucial na afirmação da Escola Profissional do Vale do Tejo (EPVT) enquanto escola multicultural e parceira estratégica internacional de escolas europeias, ao promover uma semana de atividades e formação para alunos e professores no âmbito projeto “Learning to Undertake”. Este projeto está integrado na Ação-chave 2, do programa Erasmus +.

A EPVT recebeu 18 alunos e 10 professores de escolas de Visby (Suécia), Bordéus (França), Târgu Neamt (Roménia) e Granada (Espanha), para promover o de intercâmbio de boas práticas, bem como outras iniciativas que permitiram a todos os participantes desenvolver e reforçar competências, contactos e a capacidade de operar a nível transnacional.

O projeto “Learning to Undertake” foi iniciado em outubro de 2016. Ao longo de dois anos foram realizados três encontros (Suécia, França e Roménia) com intercâmbio de alunos e reuniões transnacionais entre professores. Esta foi a quarta reunião transnacional, na qual a EPVT foi anfitriã. Deste modo, alunos e professores dos quatro países estiveram em Santarém, a conhecer a realidade da escola e da cidade, a trabalhar em conjunto, com a finalidade de concretizar ações relativas à criação de uma empresa virtual, na área do turismo. Neste sentido, a semana foi organizada com enfoque no marketing digital e criação de um site, formação em identidade visual de marca e material publicitário.

Todos os participantes tiveram oportunidade de visitar o concelho e a cidade de Lisboa e a EPVT aproveitou para promover a sua cultura, enquanto escola, e a da sua cidade e país, contando com a colaboração de parceiros como a Câmara Municipal de Santarém e a Agência Partners em Lisboa. Este momento foi importante para todos os envolvidos pois permitiu o desenvolvimento de competências linguísticas, sociais, de trabalho em equipa e vivência multicultural. Neste ponto, destaca-se o trabalho notável das famílias de acolhimento dos alunos da EPVT, que abriram as suas portas aos alunos estrangeiros e viram reconhecido o seu apoio e cuidados, na avaliação já realizada a este meeting.

Esta mobilidade transnacional foi de reconhecida importância para todos os agentes envolvidos, sobretudo para os jovens alunos da EPVT, para quem esta experiência foi significativa, promovendo o seu desenvolvimento integral enquanto cidadãos e profissionais e, simultaneamente, a comunidade e a região em que a escola se insere.